TI na Educação

Seminário
Tecnologias da Informação na Educação:
Do ensino/aprendizagem à governação da educação
7 de julho de 2016
9h15 – 17h30
Universidade do Minho
Campus de Azurém, Guimarães

No âmbito da conferência SaITE 2016, o seminário “Tecnologias da Informação na Educação: Do ensino/aprendizagem à governação da educação” apresenta-se como um espaço de partilha e debate sobre as tecnologias da informação (TI) na educação dirigido a diretores de escolas e agrupamentos escolares ou a professores e outros agentes educativos com interesse na problemática das TI na educação na perspetiva de dirigentes de um espaço escolar.
As questões a abordar focam-se portanto na disponibilização de TI nas escolas, quer para o processo de ensino/aprendizagem, quer para dar suporte às atividades de gestão da escola e da prestação de contas a todos os interessados – alunos, professores, funcionários, pais e autoridades locais, regionais e nacionais.

O seminário inclui as palestras de 2 convidados da conferência SaITE 2016 bem como a realização de 2 painéis para reflexão sobre os temas acima referidos. Os painéis visam proporcionar uma perspetiva abrangente das TI nas escolas procurando dar respostas a questões diversas que se colocam a elementos dos órgãos de direção e gestão de escolas e agrupamentos no que diz respeito ao uso das TI.


9h15 – 9h30
Receção

9h30 – 12h15
TI na Educação I: TI no processo de ensino e aprendizagem

Os processos de ensino e aprendizagem são nucleares numa escola. Serão portanto os primeiros a serem alvos de atenção pelas lideranças das escolas no que diz respeito ao modo como poderão ser suportados (e transformados) pelas TI.
As questões que se colocam a estas lideranças estão relacionadas com o acesso de professores e alunos a uma gama alargada de tecnologias para serem usadas nos processos de ensino-aprendizagem. Tais tecnologias não se limitam a aplicações para fomentar a aprendizagem mas incluem também acesso à Internet no espaço escolar bem como a existência dos dispositivos de trabalho (computadores, tablets, smartphones, quadros interativos, etc.) a que professores e alunos têm acesso. O estado atual das TI proporciona cenários diversos de acesso às TI. Cloud, BYOD, dispositivos móveis, Apps, serviços diversos acessíveis pela Web, etc. são alguns aspetos a ter em conta quando se equaciona a criação de condições para que professores e alunos tenham acesso a meios e recursos TI para as atividades de ensino/aprendizagem.

9h30 – 10h30
Palestra
Niki Davis, Professora na University of Canterbury, New Zealand

Could Smart Partnerships level the playing field in the arena of change with ICT in education?
Niki Davis’ arena of change with digital technologies in education recognises multi-layered systems in which both educational practices and digital technologies evolve separately and together, both locally and globally. Strategic development is required to reduce the digital divide by increasing cyber citizenship, engagement in education, and teacher development. Policy summits declare that multi-stakeholder Smart Partnerships are essential to enable “technology enhanced quality learning for all” to reduce threats locally and globally (e.g. UNESCO, 2015), but little is known about Smart Partnerships. In this keynote Niki Davis will explore the characteristics of Smart Partnerships that have been identified by working group she led in the most recent EDUsummit along with some illustrations.

10h30 – 11h00
Intervalo

11h00 – 12h15
Painel
O objetivo deste painel é apresentar e debater perspetivas a considerar pelas direções de escolas e agrupamentos na tomada de decisões sobre a aquisição de bens e serviços TI para as atividades de ensino/aprendizagem.

Moderador: Ana Amélia Carvalho, Professora da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

  • Nuno Moutinho, Diretor do Agrupamento de Escolas Privadas escolaglobal® e Professor Auxiliar da Faculdade de Economia da Universidade do Porto;
  • Adelina Moura, Professora da Escola Secundária Carlos Amarante;
  • Henrique Santos, Professor do Departamento de Sistemas de Informação da Escola de Engenharia da Universidade do Minho.

12h15 – 13h15
Intervalo para almoço (livre)

13h15 – 17h15
TI na Educação II: TI na administração do sistema e na gestão das escolas: impactos e perspetivas de futuro

Tal como em quaisquer outras organizações, as TI são uma ferramenta incontornável na gestão e na governação das escolas. Por um lado, como meio de obtenção da informação necessária para uma boa gestão da escola, quer no que diz respeito à prossecução dos seus objetivos e da sua estratégia quer como ferramenta para uma utilização eficiente e criteriosa dos recursos educativos. Por outro lado, como meio de prestação de contas a todas as partes interessadas: alunos, professores, funcionários, pais, sociedade, autoridades locais, regionais e nacionais. Mas se as as TI anunciam a simplificação dos processos de gestão, com vista a uma mais ampla divulgação de informações, o seu uso intensivo acentua também a racionalização, a burocratização e as mais diversas formas de controlo político e organizacional.

13h15 – 14h45
Palestra
Husein Abdul-Hamid, Senior Education Specialist, World Bank

EMIS -Education Management Information Systems
Increasingly, education management information systems (EMIS) are moving away from using data narrowly for compliance purposes and instead using data to drive system-wide innovation, professionalization, and most importantly, learning. This transition is evident in a variety of ways: from real-time learning data informing classroom instruction, to linking P-20W (pre-school to workforce) data as evidence for education reforms. Whether or not to prioritize and optimize data collection, management and utilization with a focus on student learning is no longer an option, but an imperative for education systems that aim to excel and achieve strong learning outcomes. This keynote will explore how EMIS can strengthen an education system with specific examples from a recent World Bank report that assessed EMIS in the State of Maryland in the United States. Attendees will learn about a variety of good practices that are relevant to education stakeholders who are working to deploy effective and innovative education data systems.

14h45 – 15h15
Intervalo

15h15 – 17h00
Painel
O objetivo deste painel é promover uma reflexão sobre a situação das escolas no que diz respeito ao uso das TI para suportar a sua gestão e governação. Desde o aumento da capacidade de gestão e de simplificação de processos até ao impacto que a produção de informação de gestão está a ter na burocratização das escolas e na autonomia e liberdade para concretizarem a sua missão educativa na comunidade onde se inserem.

Moderador: António Castro, Professor da Escola Secundária Fontes Pereira de Melo, Porto

  • Adelina Paula Mendes Pinto, vereadora da Câmara Municipal de Guimarães; ação nas áreas de: Educação, Recursos Humanos e Biblioteca e Arquivos;
  • Filinto Lima, Presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos de Escolas Públicas – ANDAEP;
  • José Augusto Araújo, Diretor da Escola Secundária de Caldas das Taipas;
  • Marco Coelho, Codevision, Braga (Parceiro tecnológico para a Educação e Formação, http://www.codevision.pt/);
  • Licínio C. Lima, Professor do Departamento de Ciências Sociais da Educação, Instituto de Educação, Universidade do Minho;
  • José Carlos Nascimento, Professor do Departamento de Sistemas de Informação da Escola de Engenharia da Universidade do Minho.

Inscrições
As inscrições deverão ser feitas até ao dia 4 de Julho (segunda-feira).
O preço da inscrição no Seminário é de 30,00€.

A inscrição dá acesso às sessões e aos serviços de café preparados para o evento.
O almoço não está incluído na inscrição. Os participantes no Seminário poderão almoçar nos serviços de restauração (cantina) dos Serviços Sociais da UMinho (rampa B).

Para se inscrever envie mensagem de correio electrónico para Teresa Carvalho (telfcarvalho@dsi.uminho.pt) com a seguinte informação:

  • Nome do participante;
  • Escola ou instituição a que pertence;
  • Nome a colocar no recibo;
  • NIF a colocar no recibo;
  • Comprovativo do pagamento (fotocópia de recibo de ATM ou de outra forma de pagamento por transferência bancária);

A transferência bancária deverá ser feita para a seguinte conta da Caixa Geral de Depósitos:

  • PT50 0035 0130 00000778030 40
  • APSI – Associação Portuguesa de Sistemas de Informação